Bandidos que fizeram refém perto do Parque do Ibirapuera se entregam

Um assalto a uma casa no Brooklin, na zona sul de São Paulo, terminou com uma perseguição policial, criminosos trocando de carro, tiroteio e acabou na região do Parque do Ibirapuera, levando medo aos frequentadores neste feriado do dia 1.º de Maio. No confronto, um guarda-civil e um dos suspeitos foram baleados. Após o tiroteio, dois bandidos invadiram uma casa na Rua Pedro de Toledo, perto do parque, e fizeram a empregada refém. Eles se entregaram depois.

Segundo a Polícia Militar, quatro assaltantes invadiram uma residência na Rua Laplace por volta das 13h50, a cerca de 6 quilômetros do Ibirapuera. Os agentes foram acionados e conseguiram localizar o veículo dos bandidos. Houve confronto e os criminosos tentaram fugir.

Começou uma perseguição e os bandidos trocaram de carro três vezes. Em uma delas, roubaram um Fiat Punto, vermelho, que foi atingido por um disparo no pneu. A tentativa de fuga terminou nas proximidades do Parque do Ibirapuera, onde os suspeitos roubaram uma viatura da Guarda Civil Metropolitana (GCM).

Mais um confronto foi registrado na frente do Portão 7 do Ibirapuera. Um guarda-civil acabou alvejado no pé e um dos suspeitos também foi baleado. O estado de saúde do agente é estável.

Dois dos criminosos invadiram uma casa na Rua Pedro de Toledo e renderam a empregada. Ferido, um deles logo se entregou à polícia. Após negociações com a PM, o outro se entregou por volta das 17h10.

Os outros dois teriam corrido para dentro do Parque do Ibirapuera e os agentes iniciaram uma busca. Segundo frequentadores, houve orientação para que todos deixassem o parque.

Um helicóptero da Polícia Militar sobrevoou o Ibirapuera. “Estamos esperando a organização do parque nos ajudar pra decidirmos as próximas providências. Mas fato é que o Parque não está seguro”, chegou a afirmar um GCM, que não quis se identificar.

Mais tarde, os policiais prenderam um desses suspeitos perto do Shopping Interlagos. Um quarto homem foi detido para averiguação. Segundo a polícia, os criminosos estavam com três fuzis e uma pistola.

Em nota, a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, responsável pela administração do Parque Ibirapuera, afirmou que o tiroteio aconteceu na parte externa e nega que bandidos armados entraram no local. Segundo a pasta, o parque continuou aberto e não foi esvaziado.

Fonte: Veja São Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA