PT é o único grande partido a não assinar acordo contra fake news

O PT (Partido dos Trabalhadores) é o único grande partido que não assinou o Termo de Compromisso contra a disseminação de fake news, elaborado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

O documento foi firmado no dia 5 de junho com o então presidente do TSE, ministro Luiz Fux. Ao todo, 31 partidos concordaram com o termo.

A ideia do documento é de “manter o ambiente de rigidez informacional, de sorte a reprovar qualquer prática ou expediente referente à utilização de conteúdo falso no próximo pleito, atuando como agentes colaboradores contra a disseminação de fake news nas Eleições 2018“.

Além do PT, o PCO (Partido da Causa Operária), o PSTU (Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado) e o PTC (Partido Trabalhista Cristão) não assinaram o acordo.

Apesar de não ter firmado o acordo, o PT tem pressionado o próprio TSE para que investigue rapidamente a denúncia que surgiu na quinta-feira (18), de que empresas bancaram o disparo de mensagens contra o PTpelas redes sociais.

Em um artigo, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, escreveu que o partido não assinou o acordo porque o cumprimento da Constituição responsabilidade da Justiça Eleitoral e que isso deve ocorrer independente de qualquer termo.

“Da forma como foi proposto pelo presidente do TSE em final de mandato, Luiz Fux, o compromisso contra fake news não passa de mais uma fake news. E não será endossado pelo PT.

Da Justiça, inclusive da Justiça Eleitoral, o que se espera é que faça cumprir a lei, punindo quem espalha mentiras, com os instrumentos que a lei já dispõe, e garantindo o direito de resposta e a livre circulação da verdade, seja na imprensa tradicional seja nos meios digitais”, escreveu Gleisi.

DEIXE UMA RESPOSTA